Ato Pela Confirmação da Condenação do Torturador Brilhante Ustra

Amanhã, dia 14/08/12, será julgado o recurso interposto pelo Coronel Brilhante Ustra contra a sentença que o condenou ao pagamento de uma indenização a título de danos morais no valor de 100 mil à família Teles. Por isso o Comitê Paulista, em parceria com outros grupos como o Levante Popular da Juventude e a Frente do Esculacho Popular, está organizando uma grande manifestação pela confirmação da sentença condenatória.

O ato público começará às 12h00, em frente ao Tribunal de Justiça de SP. Às 12h45 será dado início ao debate “A Justiça diante da Memória e da Verdade”, com a participação de representantes do movimento sindical, da sociedade civil e da USP.

Entenda o caso:

O coronel Ustra, ex-comandante do Doi-Codi, foi responsável pela tortura e morte de diversas pessoas, entre as quais se encontra o jornalista Luiz Eduardo da Rocha Merlino. Segundo a versão oficial construída pelo regime repressor, Luiz Eduardo teria se suicidado (consta que se jogou na frente de um carro enquanto era transportado para o Rio Grande do Sul). Não era verdade. A morte do jornalista decorreu de tortura amplamente comprovada, inclusive com robusta prova testemunhal. A simulação da causa da morte de pessoas que não resistiram às torturas era comum.

Na sentença que reconheceu a responsabilidade de Brilhante Ustra pela morte de Luiz eduardo da Rocha Merlino, a magistrada Claudia de Lima Menge considerou que “não é minimamente crível que o requerido não conhecesse a dinâmica do trabalho e a brutalidade do tratamento dispensado aos presos políticos”, tratamento este que levou ao resultado morte, causando “expressivos danos morais” à família da vítima.

Brilhante Ustra escreveu o livro “A Verdade Sufocada- a história que a esquerda não quer que o Brasil conheça” e alimenta um blog que leva o mesmo nome. Em ambos os espaços ele trata de glorificar a “Revolução de 64” e construir a ideia de que fez parte do iluminado grupo que, sem violência, salvou o Brasil do comunismo.

Em seu blog, ele alimenta um crescente ódio pela esquerda, chegando a divulgar nome completo e endereço de militantes de Direitos Humanos, incitando atos de violência contra aqueles/as que se manifestam em favor do julgamento e da punição dos agentes da repressão. Além disso, veicula constantes ameaças veladas, como o texto “Alerta à Nação”, assinado por quase 3 mil pessoas, em sua maioria de carreira militar, no qual dá a sutil sugestão para que não hajam esforços em prol do “resgate de nossa memória da luta pela democracia”. A resposta deixada já de início aos que tentarem é: “ELES QUE VENHAM. POR AQUI NÃO PASSARÃO!”

Se você é contra a naturalização deste tipo de postura, que ainda hoje desrespeita direitos e alimenta o ódio e a violência contra opositores políticos, apoie a manifestação democrática que ocorrerá amanhã em São Paulo. Divulgue e, se estiver por lá, participe!

Quando: dia 14/08/12

Onde: em frente ao Tribunal de Justiça de SP

Horário: a partir das 12h

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s